Livros

Descomplicar…no pós-parto!!

A minha Catarina nasceu no dia 19 de Outubro. Faz hoje um mês! Para quem me segue no instagram já sabia porque tenho partilhado nos stories algumas fotos depois desse dia. Tudo correu bem e tive uma hora bem pequenina como todas as mulheres desejam…comecei a sentir as contrações às 19h, avisei o marido que era melhor irmos para hospital por volta das 20h30, dei entrada no hospital às 21h30 e a Catarina nasceu às 23h09. Foi uma maratona bem rápida, mas quero fazer um vídeo para partilhar a minha experiência. Hoje estou a escrever aqui para dar notícias e neste turbilhão de emoções do pós-parto, fazer algo que me faz bem! E escrever aqui no blog é de certeza das coisas que me faz bem e sinto saudades. 


O pós-parto não tem sido muito difícil para mim, para ser sincera! Isto porque o verbo que me tem acompanhado nestes dias tem sido DESCOMPLICAR. Sim, tem sido complicado e cansativo. As olheiras andam por aqui, os peitos estão sensíveis e ainda a habituar-se à amamentação e muitas vezes dou por mim a cheirar a leite azedo. Aquelas maravilhas da maternidade! Olho-me ao espelho e não me sinto nada bonita, a barriga linda e grande já não está cá, pelo menos a parte linda, porque ainda está grande. Não volta tudo ao normal num dia para outro! Há dias que me sinto sem falta de apoio, mas o apoio está lá, eu é que não o vejo. No entanto, sinto que tenho levado estes dias com alguma leveza e uma certa calma.   

A vida ensinou-me que nem tudo depende de mim e que o melhor é relativizar, porque nada é para sempre. E esta fase é só isso mesmo uma fase da maternidade, que tem tudo de belo mas também as suas coisas menos belas. Aprender a DESCOMPLICAR! Prometi a mim mesma que iria levar tudo com muita tranquilidade e seguir sempre o meu instinto, para conseguir levar os dias com mais felicidade e aproveitar ao máximo a minha bebé. Nesta fase já sabemos que todos têm algo a dizer e aconselhar, de repente estamos rodeadas de experts dos bebés. Não deixo de ouvir os bons e maus conselhos, mas faço sempre aquilo que sinto que é certo. Na maternidade não há certos nem errados! E principalmente tenho tentado ao máximo cuidar de mim, porque, como a Sofia do ás nove no meu blog diz no seu livro Descomplica, “DESCOMPLICAR também é cuidar. É gostar muito dos outros mas nunca nos esquecermos de nós.” E com esta frase termino este post.

Nem imaginam como soube bem vir aqui escrever estas palavras.
Boa semana!

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

2 Comments

  • Reply Mariana Leal

    Que maravilha! Que corra tudo bem, sem complicações! 😀 Bem vinda, Catarina! E bem vinda de novo, Raquel 🙂

    at
  • Deixa um comentário

    %d bloggers like this: