Destralhar Minimalismo

Minimalismo não é Destralhar

minimalismo-não-é-destralhar

Minimalismo não é destralhar, mas quando se fala de minimalismo todos pensamos imediatamente em destralhar. Talvez porque estes dois termos estão de certa forma relacionados. No entanto, destralhar a casa não significa que a pessoa seja minimalista e o minimalismo é muito mais que destralhar.

O que é o Minimalismo e o que é Destralhar?

Numa definição muito rápida, o minimalismo é um estilo de vida que nos leva a questionar o que é essencial para a nossa vida. Desta forma, é uma ferramenta que nos ajuda a retirar os excessos, a concentrarmo-nos no que realmente importa para sermos felizes. O que nos faz reduzir o número de itens materiais que possuímos e viver só com os itens que consideramos essenciais.

15 Sinais de que tens um Minimalista dentro de ti

Por outro lado, destralhar é livrar-nos das tralhas, das coisas que não têm utilidade ou não têm valor para nós, de forma a ter mais espaço livre. Destralhar ajuda-nos a ter as coisas, que realmente são usadas, organizadas. Acabando por ser é uma maneira de manter facilmente a nossa casa limpa, organizada e sem itens desnecessários. Pois quanto menos coisas tivermos em casa, mais fácil será limpar, o que acaba por nos dar mais tempo para concentrarmo-nos noutras coisas mais importantes. 

Uma casa organizada não significa ser minimalista

Casa Minimalista

No estilo de vida minimalista puro, mais extremista, uma casa minimalista tende a ter uma aparência mais contemporânea, limpa e com muitos espaços em branco, poucos móveis e poucas decorações. Apenas com o que é realmente necessário. Mesmo que eu defenda que, para ser minimalista, não preciso de ter uma casa vazia e descaracterizada, porque para mim uma casa minimalista tem o essencial e o essencial é pessoal. Mas quando o minimalismo surgiu no design e nas artes, surgiu em linhas direitas, limpas e com o uso de muitos poucos elementos.

Casa destralhada

Uma casa organizada, destralhada é uma casa que tem apenas as coisas mais importantes, com memórias que despertam alegrias, acabando por ter mais móveis e mais itens materiais. Numa casa organizada todos os itens mantidos têm um lugar próprio, o que torna mais fácil de encontrar quando precisamos deles. Destralhamos a casa para remover os excessos, que possam estar a ocupar espaço precioso, de forma a ter mais espaço para o que gostamos e precisamos.

Como a maioria das pessoas não quer adoptar um estilo de vida minimalista, porque olham para o minimalismo através das imagens que partilham de casas com o mínimo de coisas. Elas imediatamente descartam a ideia de destralhar a casa e a vida. No entanto, para destralhar não precisamos de ser minimalistas. É um caminho, mas não é o destino.

Minimalismo vs. Destralhar

Minimalismo:

  • Um minimalista espera ter tempo suficiente para o que realmente é importante para si, para os seus hobbies, para todas as experiências que deseja experimentar e ter tempo para alcançar os seus objetivos.
  • Num estilo de vida minimalista, reduz-se as coisas ao essencial, como por exemplo: um guarda-roupa minimalista, para fazer apenas uma carga de roupa por semana; uma pequena casa para viver e que sejam necessários alguns minutos para limpar.
  • Com o minimalismo há pouca ou nenhuma distracção física e visual na sua vida. O que deixa um minimalista com mais estabilidade mental necessária para se concentrar no que lhe interessa e se distrai menos porque não há uma longa lista de tarefas a fazer.
  • O minimalismo ajuda a ser mais consciente e a gastar menos dinheiro em compras por impulso de roupas, casa, decoração, etc. Acaba por optar por qualidade, durabilidade em vez de quantidade.

  • Como o minimalista gasta menos dinheiro em coisas, geralmente gasta mais em experiências, o que pode ser tão caro quanto alguém que é viciado em comprar decoração de casa ou roupas novas.

Destralhar:

  • Um dos principais objetivos ao destralhar a casa e a vida é ganhar algum tempo para dedicar-se ao que realmente é importante e apreciar outras coisas, como ler um livro ou brincar com os seus filhos.
  • Numa casa destralhada tudo tem o seu lugar, por isso gastasse menos tempo a procurar as coisas, e a limpeza torna-se mais rápida e menos desgastante.
  • Destralhar é um processo contínuo e libertador. No início parece difícil mas depois torna-se um hábito organizar a casa e fazer rondas para destralhar. E remover itens que não acrescentam valor é uma forma de proporcionar conforto e felicidade. Sugiro a leitura do artigo Como criar o hábito de destralhar.
  • Normalmente, destralhar a casa leva a uma vida mais organizada e controlada, o que dá a oportunidade de se concentrar noutras áreas da sua vida, como por exemplo, a saúde ao ter tempo para fazer exercício ou as relações pessoais ao ter mais tempo para as pessoas que ama.
  • Quando se destralha, passa-se a saber o que se tem, por isso há menos probabilidade de comprar novas coisas desnecessárias para encher a casa. O que leva a ser mais consciente com os gastos e de alguma forma a poupar mais dinheiro, nem que seja a vender o que já não deseja.

Ao destralhares a casa não significa que és Minimalista

As diferenças entre minimalismo e destralhar podem ser mínimas e ambos têm benefícios idênticos. No entanto, ao destralhares a casa não significa que vais ser minimalista. Mas a verdade é que todos, minimalistas ou não, procuramos uma forma de melhorar as nossas vidas. É por isso que muitas pessoas adoptam o estilo de vida minimalista ou decidem destralhar as suas casas.

Podes ler 7 Razões para começares uma Vida Minimalista

Abraçar uma vida minimalista pode ser o caminho que desejas para ti, para mudares a tua vida. Mas para sentires as mudanças podes começar por destralhar a casa. Os benefícios são muitos!!

Guarda este artigo Minimalismo não é Destralhar no Pinterest para saberes sempre as diferenças.

minimalismo-não-é-destralhar-pinterest


Acompanha-me nas minhas redes sociais para mais conteúdo sobre minimalismo e vida simples:
instagram | pinterest | youtube | facebook

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

2 Comments

  • Reply Mariana

    Hum pois… lá isso é verdade… ser minimalista não significa que basta apenas destralhar ao desbarato… para mim é mais como uma filosofia de vida, um modo de estar na vida que consequentemente nos traz muita paz de espírito e felicidade… não sei se estou certa mas é a minha ideia nesta minha fase da vida 🙂

    at
    • Reply Raquel Silva

      Isso mesmo!! Podemos destralhar a nossa casa para termos uma casa mais organizada e fácil de limpar, mas não significa que vamos ser minimalistas por isso.

      at

    Deixa um comentário

    %d bloggers like this: